Fuseta além da Praia

Por aqui "o sol acorda e adormece envolto em tons de fogo". A pequenina freguesia da Fuseta (agora União de Freguesias de Moncarapacho e Fuseta), à beira da Ria Formosa, que "nasceu" das cabanas dos pescadores, tem praias de areia fina (Ilha Armona-Fuseta), águas límpidas e quentinhas e natureza selvagem!

Apesar de pequenina, a Fuseta tem paraísos de uma beleza sem fim! Não foi fácil descobrir o que vos vou mostrar, e talvez por ser pouco conhecido pelas "massas turísticas" é que mantém tamanha beleza no seu estado mais "livre e selvagem". Por essa razão também prefiro não divulgar como aqui chegar, na esperança de que venham aqui apenas aqueles que querem realmente apreciar e sentir tudo isto! (obrigada Ana, por me "permitires" chegar até aqui!)

Não vos vou mostrar praia, não! Todas as praias da zona da Ria Formosa são lindas, mas Fuseta é muito mais do que praia!

- Vês M.?! Estes flamingos são lindos não são? E são livres!

- Livres?! (O que é isso?!)

- Sim, estes vivem aqui, em liberdade, não estão presos como os do Jardim Zoológico...

- Eu lembro-me do Jardim Zoológico. Mas estes não vivem lá?! (porquê?!)

- Não. Estes vivem aqui ou onde quiserem. Podem ir para onde quiserem, quando quiserem, não estão presos...

- Mas foi alguém que abriu a porta e eles fugiram?!

- Não. Estes provavelmente nasceram dos seus ovinhos aqui. Ou voaram de outro sítio para aqui. Ser livre é isso, não estar preso a nada, em lado nenhum.

- E se os apanharem e levarem para o Jardim Zoológico, Mãe?! (preocupada com a possibilidade...)

- Espero que não! Os flamingos que estão no Jardim Zoológico, alguns também já devem ter nascido lá, mas a maioria foi "caçada". Foram "apanhados" e presos.

- Ohhhhh! Eu não quero! Porque não abrem a porta para eles fugirem, Mãe?! Os senhores que lá trabalham podiam deixá-los vir para aqui!!

- Era bom, não era?! Todos deviam ser assim, livres, como estes... Mas gostaste de ir ao zoo, não gostaste? Lá vês muitos animais que terias de viajar o mundo todo para ver...

- Mas eu gostava que eles fossem todos livres, Mãe... (orgulho da Mãe!)

- Também eu!

- Eu quero ser livre, Mãe.

- E serás sempre, Meu Amor! Livre e feliz!

E por estas imagens que guardaremos no coração, e pelas palavras trocadas (e uma lagrimita, confesso), este foi, para mim, o ponto alto destas férias! Apesar dos flamingos terem fugido devido à nossa presença (e ao barulho das pedrinhas que a M. fez questão de atirar à água!!). Mas fica a certeza que "a minha menina" tem o coração mais lindo do mundo!

Momentos felizes!