Espelho meu, espelho meu...

Se há sítio que gosto de visitar antes do Natal é Lisboa. "Matar saudades" da cidade na altura do ano em que há mais gente pela rua, decorações de Natal, música de Natal, montras das pastelarias e confeitarias cheias de "pecados", Pais Natal a circular e a encantar os mais pequenos - como eles se portam bem na sua presença!! (sim, também gosto de comprar os presentes de Natal por lá, nas lojas que habitualmente só visito online...)

Nesta altura "a confusão" acontece nos shoppings e ruas de comércio tradicional, e espaços lindos como a Estufa Fria têm poucos visitantes - altura ideal para passar lá umas horas, com toda a tranquilidade, e usufruir em pleno daquele espaço maravilhoso. Por alguns momentos fomos mesmo os únicos visitantes por ali e "só se ouvia natureza"!

Este "museu vivo" em tons de verde, salpicado de outras cores vivas aqui e ali, da altura da 1ª guerra mundial,  é muito mais do que um abrigo de plantas do mundo inteiro. Por lá passeiam-se pavões (lindos!), cisnes, gansos, há lagos com muitos peixes, há cascatas e há exposições! Sim, há obras expostas por entre as plantas também!

Desta vez encontrámos espelhos, muitos espelhos! E um pavão muito vaidoso que passou a tarde inteira a exibir-se em frente a um deles! Espelho meu, espelho meu, existe alguém mais vaidoso do que eu?!

Laço de cabelo Lemon Hair Lovers - Sobretudo leopardo Zara - casaco malha Pukatuka e blusa rosa Missanga na Bon Mignon - Jeans Benetton - Botas H&M.