A bailarina

Este não é um post típico de Natal. Quem me conhece bem sabe que o Natal, para mim, é uma altura como qualquer outra - porque amor, alegria, dedicação, família e todas as coisas de que nos lembramos ainda mais nesta época, estão presentes todos os dias do ano (ou deveriam estar!). Para mim o Natal tem outro significado e, nesta altura, o que acontece é que sinto ainda mais falta das pessoas que já não podem estar presentes fisicamente e que deixam tanta mas tanta saudade... e é o amor delas no meu coração que eu celebro dentro de mim nesta altura... 

Mas isto não significa que eu não adore ver as crianças a delirar com presentes - adoro! - assim como gosto mesmo muito de ter a família reunida em volta da mesa, das conversas (ainda mais) animadas, de rever fotografias antigas de família, de cantar músicas de natal (ao ouvir o meu cd de natal do Michael Bublé), das decorações natalícias... não sou fã do bacalhau cozido (e nunca o como porque o meu "espírito natalício" não chega para tanto!), mas sou fã da "desculpa do Natal" para passear em família! E o passeio que mais gosto de fazer nesta altura do ano é por Lisboa - as ruas todas iluminadas à noite, as montras das pastelarias e doçarias cheias de bolos lindos que perfumam a rua quando passamos, a música que invade a cidade... a confusão do vai e vem, do entra e sai de loja, dos muitos "Pais Natais" que recebem as crianças com mil sorrisos, da esperança que se "respira" intensamente por todo o lado, mais do que em qualquer outra altura do ano...

Esta é também a altura das nossas "mini-férias" por Lisboa - dos momentos deliciosos passados de tutu em casa do Tio P., responsável pelos sorrisos mais maravilhosos da minha bailarina preferida!

Adoro estes momentos! ❤

Laço Ponytail

Camisola de lã Sal & Pimenta

Tutu D.O.T.

Collants Condór na Pisamonas

Long sleeve e Jeans Ralph Lauren no El Corte Inglés

Colar com inicial Os Kits da Menina